A argumentação na interação (ebook)

A argumentação na interação (ebook)
Modelo: 978-989-8377-90-6
Disponibilidade: Em Stock
Preço: 18,45 €
Sem Impostos: 15,00 €
Qt.:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

Autor: Rui Alexandre Grácio

 

Escrevem Moisés Olímpio Ferreira e Kelly Cristina de Oliveira no prefácio: «A longa trajetória das pesquisas do autor aponta para um itinerário metodológico que emerge adverso à domesticação, formalização, sistematização normativa, padronização absoluta, que há muito tempo se vê em grande parte dos estudos da Argumentação, conectando-a, por sua vez, à vida prática, às perspectivações, multilateralidade e multidimensionalidade do contexto sócio-histórico-cultural e, portanto, desafiando a maré das formalizações e critérios que insistem despojá-la de sua própria natureza.»
Na presente obra, Rui Alexandre Grácio reúne vários textos, alguns publicados em revistas, outros relativos a cursos ministrados e a conferências proferidas e outros, ainda, de natureza diversa. Todos eles têm como fio condutor uma teorização da argumentação que o autor designa como «a argumentação na interação» e que têm como pano de fundo a ligação entre argumentação e cidadania. 
Como sintetizam os prefaciadores «O que leva as pessoas a argumentar? Certamente é menos a aprendizagem de conteúdos e de técnicas do que a expressão de posicionamentos perante os pontos de vista contrários. De fato, é mais do que prescrever métodos eficazes para alcançar soluções, pois saber argumentar é, antes de mais nada, ter capacidade alargada de intercomunicação perspectivada nas mais diversas situações e condições, é ter os ouvidos abertos à divergência, é querer interagir transformando e transformando-se. 
É, sem dúvida, portanto, pela dinâmica de formação do espírito democrático pela via do ensino da Argumentação que a educação para a cidadania pode se dar e, assim, ser força de resistência à alienação das capacidades de posicionamento e de decisão diante de questões relevantes comuns a todos e à tendência pós-moderna de pôr em destaque a mentalidade fragmentada e instrumental, sempre associada ao adestramento para a produção, em detrimento de toda formação humanística, em sua valorização da complexidade, de seu dinamismo, da presença ativa e transformadora do homem, muito além da resposta pronta, confinada ao previsível ou predeterminado.»

 

Grácio Editor | Livraria online © 2017 | Nota para o utilizador: A nossa loja online utiliza cookies. Ao navegar neste site autoriza o seu funcionamento.