­

Gracio logo 2019 loja

Carrinho vazio

María Alejandra Vitale

Nota biográfica 

Posdoctorado (Universidade Federal de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos), Doctor de la Universidad de Buenos Aires con mención Lingüística Profesora Titular de Semiología (Ciclo Básico Común, Universidad de Buenos Aires), Profesora Jefe de Trabajos Prácticos en Lingüística Interdisciplinaria y Sociología del Lenguaje (Universidad de Buenos Aires)  Investigadora del Instituto de Lingüística (Universidad de Buenos Aires)  Directora del Proyecto UBACyT "Los Archivos de la Dirección General de Informaciones (DGI) de la provincia de Santa  Fe y de la Dirección de Inteligencia de la Policía de la Provincia de Buenos Aires (DIPBA). Un estudio comparativo de dos comunidades discursivas.Directora Proyecto PICT (ANPCyT) "La comunidad discursiva del Archivo de la Dirección de Inteligencia de la Policía de la Provincia de Buenos Aires (DIPBA). Temas de investigación: Especialista en discursos golpistas de América del Sur, discursividad política y   de los servicios de inteligencia a partir del estudio retórico-dicursivo de "archivos de la represión" abiertos a su consulta pública.

Eduardo Lopes Piris

Nota biográfica

Possui graduação em Letras/Português pela Universidade de São Paulo (2001), mestrado em Semiótica e Linguística Geral (2006) e doutorado em Letras pela mesma Instituição (2012), tendo realizado estágio pós-doutoral no Departamento de Linguística da Universidade Federal de São Carlos (2013-2014). Atualmente, realiza estágio pós-doutoral no Instituto de Linguística da Universidade de Buenos Aires. Lecionou Língua Portuguesa na rede oficial de Ensino Básico em São Paulo (2000-2008) e também nos cursos de Letras e de Pedagogia da antiga Faculdade Montessori de Ibiúna (2007-2009). Desde 2010, é docente do Departamento de Letras e Artes da Universidade Estadual de Santa Cruz, onde coordena o Programa de Divulgação de Estudos sobre Discurso e Argumentação (ProEDA) e o Grupo de Pesquisa "Estudos de Linguagem, Argumentação e Discurso" (ELAD). É coeditor da Revista Eletrônica de Estudos Integrados em Discurso e Argumentação (EID&A). É coordenador do GT Argumentação, criado em 2017 na ANPOLL. É membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras "Linguagens e Representações" e do Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS), do qual é coordenador. Desenvolve pesquisa sobre discurso, argumentação e interculturalidade no ensino de línguas, coordenando o projeto "Construção de saberes relativos ao ensino de português como língua materna e como língua estrangeira". Além do trabalho autoral, também é tradutor, tendo participado da equipe de tradução do livro "A argumentação no discurso", de Ruth Amossy, e traduzido artigos e capítulos de autores como Maingueneau, Amossy, Paveau, Doury, Vitale, Plantin.

Alicia Eugenia Carrizo

Nota biográfica 

Doctor en Letras con mención en Lingüística (Universidad de Buenos Aires) Profesora Adjunta en las cátedras de Lingüística B y en Gramática Textual (Universidad de Buenos Aires) Investigadora Proyecto UBACyT (Universidad de Buenos Aires). Tema de investigación: Actualmente realizo una investigación posdoctoral sobre violencia verbal en el discurso público. En los últimos años, mi investigación se ha centrado en el estudio del conflicto interpersonal y la violencia verbal en el marco de proyectos de investigación UBACyT.

Isabel Cristina Michelan de Azevedo

Nota biográfica 

Doutora em Letras Clássicas e Vernáculas pela FFLCH da Universidade de São Paulo, mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP), graduada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo e Letras. Realiza pós-doutorado na Universidad de Buenos Aires (UBA), sob a coordenação de María Alejandra Vitale. Atualmente é professora efetiva da Universidade Federal de Sergipe (UFS) no Departamento de Letras Vernáculas (DLEV). No PROFLETRAS, atuou como coordenadora, entre 2017 e 2019, e ministra as disciplinas Aspectos sociocognitivos e metacognitivos da leitura e escrita e Gêneros Discursivos/Textuais e Práticas Sociais; na graduação, trabalha nas seguintes disciplinas: Linguística, Análise do Discurso, Introdução às Teorias do Discurso, Sociolinguística, Língua Portuguesa e Legislação e Ensino. Líder do grupo de pesquisa GPARA (Grupo de Pesquisas em Argumentação e Retórica Aplicadas), tem concentrado a pesquisa na área de Linguagem, com foco nas teorias do discurso e da argumentação, e Educação, com trabalhos publicados em torno dos seguintes temas: ensino-aprendizagem da argumentação, ensino de leitura e literatura, produção textual, linguística aplicada, análise do discurso e formação de professores. Desenvolve projetos de extensão em parceria com a Secretaria de Educação (SE) e com escolas públicas de diferentes municípios em torno da leitura em perspectiva interdisciplinar. No período de 2016/2020, irá colaborar com o Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste ? GELNE, compondo o Conselho Titular. Trabalhou como professora substituta de Língua Portuguesa na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Câmpus Curitiba) e foi Diretora Educacional de dezesseis colégios da Rede Marista da Província Marista Brasil Centro-Sul. Até 2007 foi responsável pela direção educacional do Colégio Marista Arquidiocesano de São Paulo e, antes disso, atuou como assessora psicopedagógica na Associação Brasileira de Educação e Cultura por três anos, tendo também ministrado aulas na educação básica. 

Resultados 1 - 1 de 1

María Alejandra Vitale, Eduardo Lopes Piris, Alicia Eugenia Carrizo & Isabel Cristina Michelan de Azevedo

­
© 2010-2021 Grácio Editor | Livraria online