­

Gracio logo 2019 loja

Carrinho vazio
Yolanda Villar de Menezes
Yolanda

Nota biográfica

natural da cidade da Beira-Moçambique

noiva do Índico
feita de coisas sou eu assim, e de minha terra tenho pedaços!
... tenho letras, também elas em mim, que me fazem e com as quais me faço.
feita de coisas sou eu assim, e de minha terra tenho pedaços!
... de terra, de ar, de céu, mas também de mar nos meus pedaços por aqui e por ali.
tenho virgulas, exclamações na interrogação, e nos pontos tenho traços.
feita de coisas sou eu assim; e de minha terra tenho tanto, tanto, mas tanto nela, e dela em mim.
... tenho terras sem horizontes chuvas grossas calor escaldante dias suaves e fino cacimbo, que me nascem como capim, na minha savana sem fim, que se estende pelos espaços.
e eu,
... que tenho?!
e de que sou feita?!
de coisas e de letras das coisas que digo sem dizer o que contigo vivi!
... tenho-te terra minha de sempre, que me moras por fora e bem por dentro, minha cidade "matope" * noiva eterna desse Índico com sabor (a)mar!

Publicações:

- na década de 60 -com pseudónimo de “Mulatinha Dourada” publicou no Jornal Notícias da Beira, poesia, na página dos Jovens;

- Orvalhos do Meu Cacimbo, Grácio Editor, Março 2015 (livro de poesia).

- participação em antologias de poesia, Poetas d’hoje, Antologia II, Grupo de Poesia da Beira Ria - Aveiro, 2016.

- participação em antologias de poesia, Sentimentos à Solta, Antologia III, Edição de autores, 2016.

- participação em antologias de poesia, Opus, Seleta de Poesia em Língua Portuguesa, Temas Originais, 2018.

­
© 2010-2021 Grácio Editor | Livraria online